domingo, 1 de janeiro de 2017

O MELHOR RÉVEILLON NO MELHOR RESORT PARA FAMÍLIAS DO BRASIL


Esta semana foi repleta de emoções aqui no Infinity Blue Resort & Spa, considerado o melhor resort para famílias do Brasil segundo seus hóspedes que votaram maciçamente através da TripAdvisor. Seus hóspedes foram chegando já no dia 27 de dezembro na expectativa da "virada". São amigos em sua maioria que já passam há alguns anos a exemplo do meu caso, às festas de final de ano no Infinity. 


Juntam-se a esses novos hóspedes que depois de se encantarem com o resort já se comprometem a voltar no ano seguinte por conta da tranquilidade, praticidade, gastronomia, spa, enfim, tudo o que se pode esperar de melhor. 

Clique na imagem para ampliá-la

Reencontrei grandes amigos a exemplo do Roy Taylor e sua esposa Rosa Masgraus que pelo segundo ano consecutivo trazem toda a família do Rio de Janeiro para desfrutar o Resort. Desta vez até o Presidente da SANTUR, Valdir Walendowisky com toda a sua família fizeram a mesma coisa. Outro hóspede costumeiro foi o Rafinha, isto é, o fera Marcio Rafael Ferreira de Souza, lateral direito do Bayern Munique, que mais uma vez trouxe toda a família. O Resort promove esses reencontros e todos os hóspedes acabam virando uma grande família. É inacreditável, mas é verdade. As mesas vão se juntando, e os almoços e jantares se tornam coisa de família. 

Clique na imagem para ampliá-la

No dia 31 foi exemplo disso, o amigo Roy Taylor completou seus 69 anos e a pequena marina, sua neta e a Helena, filha do Diretor Geral do empreendimento, que não se largam, acabaram fazendo uma grande festa surpresa, com direito a bolo, velinhas e parabéns. Onde isso é possível? O Resort organiza tudo. 

Valdir Walendowisky - Presidente da SANTUR e sua esposa Silvana appel Walendowsky

Já as comemorações do réveillon  começaram com um vídeo institucional da SANTUR, mostrando as maravilhas de Santa Catarina e sua gente, seguido do discurso do Diretor Geral do Resort:


"Muito boa noite.

Sejam todos bem vindos à Santa Catarina!

Sou Alberto Cestrone, Diretor do Infinty Blue Resort e Spa e quero dar as boas vindas, em nome de nossa  equipe que carinhosamente preparou esta grande festa para todos os convidados.Uma festa especial para comemorar a passagem do ano.

Não apenas para dizer adeus à 2016, mas principalmente para desejar um ano novo repleto de realizações. E hoje, o Infinity Blue, faz uma homenagem muito especial às principais etnias que colonizaram este Estado que acolhe pessoas dos quatro cantos do país e recebe pessoas do mundo todo.


Nossa homenagem é para os italianos, alemães e portugueses que trouxeram em sua bagagem a cultura através da dança e da música, a sua alegria, a  garra no trabalho que desenvolveram Santa Catarina, sem falar nas delicias da gastronomia que conquistam os paladares mais exigentes.


Queremos que todos aqui desfrutem de cada momento especial desta noite, começando pelo nosso buffet preparado carinhosamente com pratos típicos que representam cada país homenageado. Criamos três Ilhas que levarão nossos convidados para lugares especiais, afinal, através do sabor e da gastronomia? viajamos pelo mundo.


As deliciosas massas  italianas, os frutos do mar utilizados na cozinha portuguesa e o que há de mais típico da gastronomia alemã, tudo feito para que esta noite seja memorável e inesquecível.? Queremos leva-los para cada canto de Santa Catarina que foi escolhido por estes povos que aqui chegaram e construíram sua história, deixando uma herança para todos que nos visitam.? E através da música, da dança e da alegria, dizer que somos gratos por terem escolhido o Brasil como seu melhor destino e ter feito de Santa Catarina um dos melhores estados para se fazer turismo.


Que 2017 venha com a energia dos Italianos, com a força dos alemães e com o espírito desbravador dos portugueses.? Nossa noite começa e termina com ritmo de alegria. Feliz  2017."

Clique na imagem para ampliá-la

Após e durante a grande ceia, em altíssimo alto astral, todos tiverem a oportunidade de se encantar e participar das músicas/folclores e apresentações portuguesas, alemães e italianas. Uma grande festa em família. 

Clique na imagem para ampliá-la

O buffet teve ilhas temáticas para casar com o tema da festa que foi Santa Catarina, buscou trazer a gastronomia dos povos que colonizaram o nosso estado, sem esquecer que é uma festa típica o réveillon, e buscando agradar todos os gostos dos seus costumeiros hóspedes, clientes e suas respectivas famílias. Os antepastos foram parte integradas nas ilhas típicas que apresentaram neste ano. Os povos escolhidos para inspirar a gastronomia foram os os alemães, açorianos e italianos.

Confiram as fotos que não estão na ordem do cardápio abaixo: 

Clique na imagem para ampliá-la

Terrine de fígado, pumpernickel, geleia de cerejas assadas; Rollmops ou salmão curado com beterraba;  Pães: pães de grãos (preto, centeio), pretzel; Queijos: bavaria blu, cambozola, queijo quark, bergader cacciotta, kochkäse; Salada de espinafre, ovos e cebolas roxas assadas aromatiza com salvia; Endivias recheadas pêras, nozes e queijo azul; Balontine de pato com ameixas pretas e alecrim; Truta defumada, beterrabas assadas e aspargos frescos; Conserva de mini legumes com ervas doces; Hackepeter, molho de mostarda, torradas; Carne curada (pastrami), relish (molho ou conserva de pepino) ou molho de raiz forte

COMIDA ALEMÃ


Kartoffelpuffer (bolinho estilo batata rosti); Eisbein (joelho) assado em baixa temperatura; Purê de maçãs ao aroma de riesling ou maçãs recheadas; Strudell de lombo desfiado, linguiça e passas; Spaetzel na manteiga de ervas com amêndoas; Goulash ou  /Rouladen (carne recheado com bacon e legumes) cozida em cerveja stout; Marreco ao molho de laranjas / compota de ameixas vermelhas; Salsichas (weisswurst e bockwurst) /Kasseler / Sauerkraut (chucrute de repolho roxo); Eintopf (cozido com lentilhas); Leitão assado

AÇORIANA 

Clique na imagem para ampliá-la

Folhas da estação com estrelas de carambolas; Ostras frescas com limão; Mariscos na casca com vinaigrette de maracujá e favos de mel; Salada de grão de bico com frutos do mar e coentro; Maionese de lagostas com crocante de castanha de caju; Salada de ervilhas com tomate em pétalas assados; Pães: pão de milho, pão de trigo, pães variados; Queijos; brie com geléia de pimenta, prima dona azul, gruyere, gouda, emmenthal; Presunto royale, lombo temperado; Arroz lambe lambe com polvo marinado; Ostras gratinadas ao creme de pupunha; Garoupa com purê de banana da terra/ manteiga de ouriço do mar com pimenta biquinho; Torta de bacalhau com batatas; Mousseline de cará com alho poró e queijo serrano; Peixe assado recheado com farofa de ova assado em folhas de bananeira; Legumes grelhados (quiabo, cebolas roxas, abóbora); Camarões com pupunha ao molho de nata; Caçarola de frutos do mar com chouriço; Lagostins em manteiga de ervas; Filé mignon ao molho de castanhas portuguesas; Cabrito assado (Trás-os-Montes); 

ITALIANA


Salada de folhas amargas (radicci veron, rúcula, agrião, escarola), panchetta crocante e figos caramelizados em redução de aceto balsâmico; Caramelli recheado com ricota, mel e avelãs / duo de tomates (grape e summer), alho assado e azeite de limaõ siciliano; Caponatta rústica; Vitello tonatto; Bruschettas de feijão branco, polvo e pesto de manjericão roxo; Caprese ou tomate recheado com buratta e basilico; Carpacio de carne, lascas de parmegiano, rúcula precoce; Salada de alcachofras assadas com azeitonas sicilianas; Pães: italiano, focaccia, ciabatta, grissini, pão de azeitonas; Queijos: grana padano, gorgonzola, provolone, cacio cavallo, pecorino romano; Frios: Parma, copa, salame milano ou unherese, breasola, mortadela com pistache; Presunto de Parma; Pernil ou paleta de cordeiro e batatinhas ao alecrim ou stinco de cordeiro ao aroma de tartuffo com batatas doces assadas; Bacalhau em crosta de parmesão, molho pomodorini, azeitonas; Conchiglione recheado com galinha caipira / torteloni verde de abóbora com Parma al burro e sálvia; Orecchiette ao pesto com bocconcini e pinolis tostados; Riso al salto com ragout de cogumelos; Nhoque de sêmola ao molho de gorgonzola com amêndoas tostadas; Risotto de vieiras com limão siciliano; Porchetta recheada; Carré de vitela ao jus com ervas ou saltimbocca Zampone; Salada de tomate; Folhas verdes; Cenoura e beterraba ralada; File grelhado; Nuggets ao molho cheddar; Batata sorriso; Legumes salteados; Espague à bolonhesa; Mini hambúrguer; Arroz branco; Feijão caseiro; 

Clique na imagem para ampliá-la

E como se fosse pouco, as sobremesas ! Mesas de frutas; Doces finos e trufas; Mesa de café e macarrons. 


Após esse fenomenal banquete a tradicional queima de fogos e os brinde que celebraram a chegada de 2017. Enfim, uma grande festa que não teve hora para acabar. Agora é aproveitar o ano de 2017, que chegou com maestria, prometendo muito, repleto de esperanças e sentimentos renovados a fim de que em 2018 possamos estar todos juntos novamente. 



terça-feira, 20 de dezembro de 2016

PADOVA - ITÁLIA - HISTÓRIA VIVA A CÉU ABERTO

PADOVA - ITÁLIA - HISTÓRIA VIVA A CÉU ABERTO


Esta não tão pequena cidade italiana onde Santo Antônio passou os últimos anos de sua vida, é uma ótima opção de passeio para quem estiver visitando a região do Vêneto. Localizada ao norte da Itália e a cerca de 40 km de Veneza e 30km de Vicenza. Segundo a lenda, é a cidade mais antiga da região, tendo sido citada em Eneida de Virgilio. Segundo relatos, já passou pelas mãos de vários povos: troianos, romanos, bárbaros, bizantinos, venezianos, austríacos, até ser anexada à Itália, na unificação ocorrida no século 19. 


Mas Pádua é famosa mesmo por ter uma das universidades mais antigas e renomadas da Europa e também por ter sido a cidade onde Santo Antônio passou os últimos anos de sua vida. Me hospedei num ótimo hotel, o Galileo da rede Best Western, instalações novas, ótimo atendimento, elevador e com um ótimo café da manhã, internet a cabo ou Wi-fi grátis. Não tive tempo de ver outros hotéis. A localização é ótima e andar pelas ruas outonais é um espetáculo para os olhos. Daqui você pode ir a Veneza de TREM – a melhor forma. Há trens diretos que vem de Veneza (cerca de 25 minutos), Vicenza (cerca de 20 minutos), Milão (cerca de 2h10min), Bolonha (cerca de 1h) e Florença (cerca de 1h30min). 

Clique na imagem para ampliá-la

Para o aeroporto vou de Pulman, 4,5 euros. Comecei minhas andanças pela imensa feira TECNO E FOOD, Salão Internacional gastronômico - ATTREZZATURE E SERVIZI PER ALBERGHI, RISTORANTE E BAR. Meu Deus quanta coisa que eu queria ter em casa. Almocei, aliás, o nosso grupo foi brindado por um tremendo menu degustativo oferecido pelo amigo Renzo Fornaciero, feito pelos alunos. O Convention & Visitors Bureau local e a grande amiga Sonia Moura (Italo brasileira), fizeram as honras da casa, nos acompanhando o tempo todo, evidentemente graças a Presidente da Incetor, a empresária Marta Lobo. Saí de lá e andei por tudo onde foi possível. Bike é uma ótima opção para quer é adepto. Para se deslocar de um lugar para o outro use o bonde elétrico (chamado Tram), tem ponto em vários lugares. Muito moderno, eficiente e rápido. O bilhete é comprado em quiosques. 

Clique na imagem para ampliá-la

Apesar da arquitetura antiga, típica das cidades italianas (aliás, europeias em geral), Pádua tem um ar bem jovem, graças à Universidade de Padova, uma das mais antigas e renomadas da Itália. Minha primeira parada foi na Basílica de Santo Antônio, conhecida como IL Santo, foi erguida para abrigar os restos mortais do santo, que na verdade estavam numa pequena igreja que havia no local e que acabou incorporada a atual basílica. Até hoje é um dos principais lugares de peregrinação católica do mundo, principalmente no dia 13 de junho.Lá dentro se vende de tudo e não se pode tirar fotos. Mas todo mundo tira escondido. Os guardas ficam em cima o tempo todo. Um dos santos mais populares e amados do catolicismo, Santo Antônio de Pádua era, na verdade, português. Nascido em Lisboa, aderiu à Ordem Franciscana em 1220 (inclusive pregando junto com o próprio São Francisco de Assis, seu contemporâneo) e exerceu esse ministério da pregação por Portugal, França e Itália. Veio parar em Pádua em 1229 e lá ficou até falecer em 1231, aos 39 anos. 


Graças à sua eloquência, o frei era adorado pelo povo. Tanto que foi canonizado em tempo recorde: no ano seguinte ao de sua morte. E o incrível é que sua popularidade é grande até os dias de hoje - cerca de 780 anos após sua morte! Retratado quase sempre segurando o menino Jesus no colo com um dos braços e um ramo de lírio na mão livre, Santo Antônio é padroeiro de Portugal, das famílias, das grávidas (e das mulheres que querem engravidar), dos animais e dos pobres. Além, é claro, da fama de santo casamenteiro. 


Um verdadeiro espetáculo essa basílica. Ela pode até não ter uma fachada esplendorosa, como o Duomo de Florença, por exemplo. Mas em compensação, o seu interior é belíssimo. Sem dúvidas foi a mais linda que visitei na Itália (estando empatada com a San Giovanni in Laterano, em Roma). A entrada é franca e se dá pelo claustro que fica ao lado da porta lateral da Basílica (chamado Claustro da Magnólia). O Altar-Mor, contendo estátuas de bronze de Cristo Crucificado, da Virgem Maria e de santos de Pádua, além de relevos retratando os “Milagres de Santo Antônio”. Tudo de autoria de Donatello; O Túmulo de Santo Antônio (no transepto norte), com relevos no entorno, retratando cenas de sua vida. Os peregrinos costumam colocar suas mãos nas laterais do tumulo (que está em cima de um pedestal de mármore). Há uma energia ímpar nesse recinto; A Capela da “Madonna Mora”, ao lado do túmulo, indo em direção aos fundos da Basílica. 


É o que restou da antiga igrejinha que existia na época de Santo Antônio e onde ele passava a maior parte do tempo nos últimos anos de sua vida. A Capela das Relíquias, que abriga os “tesouros” ligados ao santo, como vários objetos usados por ele nas missas (cálices, missais e etc), a túnica que ele vestia na época (já bem envelhecida) e um belo relicário contendo, pasmem, a língua e as cordas vocais do santo. Não me pergunte por que de se guardar a língua de uma pessoa, mas a explicação é que, segundo informações, quando abriram a tumba de Santo Antônio para transportar o corpo da antiga igrejinha até o local da tumba nova na Basílica, viram que apenas a língua e as cordas vocais estavam intactas. Aí interpretaram logo como uma prova de que a pregação do santo era obra de Deus e, por isso, tais partes do corpo viraram “relíquias”. 

Clique na imagem para ampliá-la

Depois segui pelas vielas da cidade até o Palazzo della Ragione (cerca de 10 min de caminhada). Construído em 1218 para ser o Tribunal de Justiça, é um edifício inusitado. Embora pareça ser um prédio de dois andares com arcadas, na verdade é um grande salão de 80m de comprimento e 27m de largura, sem nenhuma coluna ou divisória no meio, como se fosse um galpão.Caminhe pela Via Fiume quanto pela Corte S. Clemente, você chegará à Piazza dei Signori. Esta praça retangular é cercada por belos edifícios com arcadas, muitos abrigando vários cafés e restaurantes. 


Continuando o passeio, seguindo pela Via Monte di Pietà, logo você chegará ao Duomo de Pádua. Diferentemente do que muitos pensam, a Basílica de Santo Antônio não é a principal igreja da cidade, mas sim a Catedral de Santa Maria Assunta (algo como Assunção da Virgem Maria). O edifício que vemos hoje é a 3ª versão. A igreja original foi erguida no ano 313 e acabou destruída num terremoto no século 12, sendo reconstruída depois em estilo romântico. 
No século 16 começou a ser modificada, pois era considerada modesta demais se comparada com as outras 2 igrejas principais da cidade (as Basílicas S. Antônio e S. Giustina). O autor de parte do projeto da nova catedral foi ninguém menos do que Michelangelo, que criou a atual igreja junto com outros profissionais. Sua fachada ainda está inacabada até hoje. 


Outra boa opção é a Capela degli Scrovegni. Você tem que agendar a visita. Você marca um horário e tem só 15 minutos lá dentro para ver tudo. Antes porèm você assiste um audiovisual de tudo o que você irá ver. Segundo a história, um rico banqueiro de Pádua, Enrico Scrovegni, mandou construir a capela de sua família em 1303 (ao qual chamou de Santa Maria della Carità) e contratou ninguém menos que o grande artista Giotto para decorá-la. Ele levou dois anos para concluir o trabalho e retratou várias cenas da vida de Cristo, com um foco no tema “a salvação com ajuda da Virgem Maria”. Dizem que o objetivo de Scrovegni era salvar do inferno, a alma do pai morto - pois o mesmo era um temível agiota da época. É necessário pagar ingresso, além de agendar a visita, através do site oficial. 

Clique na imagem para ampliá-la

Minha escolha para se hospedar foi o charmoso, tranquilo e moderno Hotel Galileo Padova, numa grande gentileza do Convention & Visitors Bureau. Obrigado Renzo ! Perto de tudo, o ônibus para bem na frente e dali você pode seguir para qualquer lugar na Itália. Do hotel segui novamente a Veneza e de Veneza um voo a Paris, por módicos R$ 38,00 reais. É isso mesmo, voar na Europa é muito barato.

Clique na imagem para ampliá-la

Chega ao fim meu "Giro per Itália", que é toda espetacular. Poucos são os lugares que possuem tantas belezas, estilos arquitetônicos e patrimônios mundiais quanto este país. É de fato, belíssimo! Um recado importante, não esqueça do seguro viagem. A Travel Ace foi a minha melhor e garantida opção. Sem seguro você não entra na Europa, aliás, acredito que em nenhum lugar e, pensando em, o seguro morreu de velho. Agora é refazer as malas e seguir para Paris. Confiram as fotos que valem por milhões de palavras e explicações.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

GRAMADO - ESPÍRITO NATALINO NA FANTÁSTICA SERRA GAÚCHA

GRAMADO - ESPÍRITO NATALINO


A cidade onde tudo funciona em favor do turismo e do turista. Deveria exigir passaporte. Gramado transpira turismo o ano todo e, nesta época, preparar o espírito de Natal é um trabalho que dura o ano inteiro. Apesar de ser tradicionalmente um destino de inverno, é nas férias de fim de ano, sob o sol quente de verão, que a cidade se transforma em uma versão nacional do Polo Norte e recebe seu maior fluxo de visitantes. De novembro a janeiro, serão nada menos do que 2 milhões de turistas, ou 57 vezes a população do município gaúcho, segundo dados da prefeitura.

Hotel Cercano - O mais central e confortável

Uma rede hoteleira fenomenal, um roteiro gastronômico invejável e para todos os gostos. Uma cidade para se viver em todas as épocas. Vale lembrar que o Natal Luz é hoje o maior trunfo de marketing – e de arrecadação – para a economia local. Desfiles com renas, bonecos de neve e bonequinhos de chumbo inspirados nas paradas noturnas da Disney, além de apresentações com corais, orquestras e bailarinos, tornaram o Natal de Gramado conhecido nacionalmente e são hoje os responsáveis por atrair 30% dos visitantes que passam pela cidade anualmente. Uma ferramenta eficiente de marketing para a cidade.


A secretária de Turismo de Gramado, Rosa Helena Pereira Volk, admite que a prefeitura não costuma investir em divulgação. “Através dos eventos, não só do de Natal, mas também dos festivais de cinema, música e Páscoa, conseguimos mídia espontânea.” 


Pena, por conta de uma falta de visão extrema, não ter mais o Chocofest, que fazia á Páscoa também virar mágica e que não durava apenas um final de semana, mas no mínimo um mês. No site de dicas de viagem e avaliação de estabelecimentos TripAdvisor, Gramado aparece entre os três melhores destinos do País há três anos. Segundo a porta-voz do TripAdvisor no Brasil, Claudia Martinelli, a qualidade do serviço prestado, principalmente nos hotéis, levou Gramado ao topo do ranking.

Clique na imagem para ampliá-la

Toda a estrutura da cidade está voltada para o turismo. Os empreendedores têm capacidade para inovar sempre, mantendo um dinamismo fenomenal. Gramado realmente é um outro país em qualquer época do ano. É lá que está também o melhor SPA do mundo, o premiado KUROTEL. 

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

KUROTEL E 300 COSMO DINING ROOM LANÇAM CARDÁPIO FIT EM PORTO ALEGRE

KUROTEL E 300 COSMO DINING ROOM LANÇAM CARDÁPIO FIT EM PORTO ALEGRE


O Kurotel – Centro Médico de Longevidade e SPA e o restaurante 300 Cosmo Dining Roon desenvolveram um cardápio fit com pratos, sobremesas saudáveis e drinks não alcoólicos.  A partir desta semana o menu passa a estar disponível para os clientes do Restaurante 300 na cidade de Porto Alegre. 


O cardápio foi elaborado pelo chef Rodrigo Nappi do restaurante 300 em conjunto com a equipe de Nutrição do Kurotel, trazendo pratos leves, funcionais, livres de glúten e lactose, diferenciados e com muito sabor. Também apresenta opções vegetarianas, com ingredientes orgânicos e sazonais. Para as pessoas que tem restrição a glúten, lactose ou mesmo que apreciam a alimentação funcional e equilibrada esta é uma ótima opção disponível na cidade.



“Acreditamos que alimentação saudável é essencial para uma vida mais longa e em equilíbrio”, salienta a Diretora Clínica e Médica Nutróloga do Kurotel, Mariela Silveira. “A alimentação está ligada a momentos prazerosos e de alegria, mas não podemos esquecer a saúde. Por isso, nossa intenção é que as pessoas que estejam em Porto Alegre tenham opções de pratos saborosos e saudáveis, e que retratem nossa filosofia de cuidar o corpo, a mente e o espírito de forma integrada”, complementa Mariela.

O cardápio é composto por: 


·         Salada Antioxidante

·         Burger de Amaranto com Caponata - VEG

·         Pato com Purê de Maçã e Damasco

·         Peixe Branco Veludo com Arroz 7 grãos


·         Brigadeiro Funcional - VEG

·         Mousse de Goji Berry com Coco - VEG


·         D-Green | melão, coentro e gengibre

·         Power Skim | frutas vermelhas e espumante não alcoólico Kur

·         Light Grappe | uva, anis e espumante não alcoólico Kur

·         La Passion | maracujá e espumante não alcoólico Kur


Fundado em 1982 por Luís Carlos Silveira, e sua esposa, Neusa Silveira, o Kurotel - Centro Médico de Longevidade e Spa, está localizado em meio às belezas da Serra gaúcha, na cidade de Gramado. É reconhecido por promover e estimular as pessoas a se comprometerem com um estilo de vida mais saudável, motivando escolhas positivas. Valorizando a vida nos sentidos quantitativo (longevidade) e qualitativo (vitalidade e bem-estar).

300 COSMO DINING ROOM


Endereço: Rua Marquês do Pombal, 300 - Moinhos de Vento - RS | Tel.: (51) 3372-0308 - Horário de funcionamento: segunda a sábado das 20h à 01h. Domingo: fechado.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

CAMINHO CERVEJEIRO DA GRANDE FLORIANÓPOLIS


Um novo roteiro oferecendo cervejas artesanais, diversão e alta gastronomia diversifica e unifica ainda mais o turismo na Grande Florianópolis


Você já se imaginou vivenciar um mundo cervejeiro em uma região turística paradisíaca? Esta é a proposta do Caminho Cervejeiro Grande Floripa, uma rota turística da diversidade de estilos de cerveja e Micro cervejarias artesanais em meio a um ambiente turístico privilegiado com natureza, praias, rock, esportes, cultura, e mais de 60 tipos de cervejas deliciosas.

Clique na imagem para ampliá-la

As cervejarias se espalham por um território que compreende 13 municípios no entorno de Florianópolis a Capital do estado de Santa Catarina. A região vive um fervilhar de cervejarias, tanto artesanais profissionais como caseiras que buscam na arte da cervejaria o prazer de sabores únicos da bebida. Para os que buscam o prazer da cerveja e um algo a mais, muitos atrativos podem ser sugeridos como as águas hidrominerais de Santo Amaro da Imperatriz e Águas Mornas, a cultura açoriana e dos Oleiros de São José, as belas praias de Florianópolis, o passeio dos Universitários da Pedra Branca de Palhoça e o pôr do sol em Santo Antônio de Lisboa. 


Uma degustação completa em todas as cervejarias também é possível sendo recomendado a utilização de transfer ou táxi que podem ser indicados em cada estabelecimento. Caso não tenha tempo para visitar todas as cervejarias ou queira realizar um evento com a legitima cerveja do Caminho Cervejeiro, várias cervejarias possuem o serviço de delivery e levam até você o que há de melhor na região ou oferecem lugares inusitados para a realização do seu evento. O Caminho Cervejeiro é um produto Turístico organizado pela União Cervejeira, uma Associação que une os Cervejeiros profissionais da Grande Florianópolis com apoio do SEBRAE e AMPE Metropolitana.

UNIÃO CERVEJEIRA


A União Cervejeira ou Associação de Micro-Cervejarias da Região Metropolitana de Florianópolis, é uma associação civil, de âmbito regional, regida como pessoa jurídica de direito privado, para fins não econômicos, constituída com finalidade sócio-cultural, tecnológica e de preservação e defesa dos interesses das micro-cervejarias associadas. Os objetivos são claros:  Divulgar e promover a cultura relacionada a cerveja e seus subprodutos na Região Metropolitana de Florianópolis; Promover cervejarias associadas a Associação de Cervejarias Artesanais da Região Metropolitana de Florianópolis; Atuar de forma proativa na elaboração de eventos, feiras, congressos e ações promocionais os quais deem suporte ao desenvolvimento das cervejarias associadas a Associação de Cervejarias Artesanais da Região Metropolitana de Florianópolis; Consolidar a Região Metropolitana de Florianópolis como destino turístico cervejeiro; Buscar melhoria nas condições fiscais, tecnológicas e logísticas para a consolidação e fortalecimento da indústria cervejeira da Região Metropolitana de Florianópolis; Atuar em esferas públicas municipais, estaduais, federais e internacionais, defendendo interesses econômicos e políticos em nome das cervejarias associadas a Associação de Cervejarias Artesanais da Região Metropolitana de Florianópolis; Promover, anualmente, a Semana da Cerveja da Grande Florianópolis além de outros eventos dos seus associados e finalmente auxiliar no combate à venda ilegal de cervejas não registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.


A Cultura cervejeira artesanal e de micro-cervejarias é sempre lembrada pelo gosto e aromas marcantes dos lúpulos (do amargor ao aroma), pela coloração advinda dos maltes naturais, tostados ou defumados, pelos fermentos e por uma diversidade de novos ingredientes que vem sendo adicionados as cervejas, além de processos inovadores e inusitados pelas quais as cervejas são submetidas para atender a uma demanda crescente pela experiência cervejeira.


O copo em formato de tulipa, com espuma marcada, mesclado pelos desenhos de lúpulo mostram a valorização dos aromas e amargores bem balanceados numa rede de relacionamentos e possibilidades ao longo desta Rota Turística Cervejeira na Grande Florianópolis denominada Caminho Cervejeiro Grande Floripa. Além das cervejarias participantes vários cervejeiros paneleiros, fornecedores de insumos e equipamentos, cervejeiros associados (ciganos), Pubs, empórios de bebidas se espalham por este território turístico diferenciado criando o polo Cervejeiro da Grande Floripa.


A União Cervejeira Criada em 2015 como ACAM- FLORIPA - ASSOCIAÇÃO DE MICRO-CERVEJARIAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE FLORIANÓPOLIS teve seu primeiro objetivo turístico e econômico o desenvolvimento da Beer Week – Festival de Cervejas em São José, sendo repetido em 2016 com sucesso e iniciando neste ano a formatação de uma Rota Turística para diminuir a sazonalidade turística e valorização das cervejarias perante o maior fluxo turístico do estado de Santa Catarina. Para valorizar mais o Caminho Cervejeiro vários materiais estão sendo criados como o Selo do Caminho, Banner Institucional, Estande padronizado, Cardápio de Cervejas da Grande Floripa, Marca de produção própria, página do Facebook (CAMINHO CERVEJEIRO) e site: www.caminhocervejeiro.com.br.  

CERVEJARIA BADENIA


Especializados em produzir cervejas de estilo alemão, servem principalmente em seu próprio “Gasthaus BADENIA” (Bar, Bistró, Choperia). Servem também pratos típicos da culinária do sul da Alemanha, entre outros. Evidentemente as cervejas são fabricadas de acordo com a “Lei da Pureza Alemã” de 1516 com os melhores maltes e com os mais finos lúpulos alemães, todos importados da Alemanha.  Comercializa suas cervejas somente em Barril no seu Gasthaus ou por delivery.

Clique na imagem para ampliá-la

Cervejas:

Greifenbier - "Munique Helles"– uma cerveja clara, levemente amarga devido a presença
do lúpulo que tenta o equilíbrio. O corpo e a carbonatação são médios. Produz uma espuma branca e cremosa, deixando um retrogosto agradavel de malte. 

Greifenbier - "Munique Dunkel" – a cerveja escura da casa com uma cor de um cobre intenso ao marrom-escuro. O sabor apresenta a doçura natural do malte, toques de chocolate e caramelo. A carbonatação é moderado e o colarinho cremoso. 

Greifenbier - "Badische Weisse" - É a cerveja de trigo. Uma cerveja típica de verão, leve e refrescante com cor bem clara, com uma espuma branca e abundante e uma carbonatação maior. Ao longo do ano são produzidas cervejas sazonais como a de Centeio, Märzen , entre outras.

COZALINDA


As cervejas que possuem o gostinho de Floripa, foram elaboradas com muito carinho para traduzir o que existe de melhor e mais gostoso da Ilha da Magia. São cervejas leves e fáceis de tomar, ideal para o público que começa a procurar novas marcas de cerveja. Mesmo assim, são cervejas saborosas e com aromas bem definidos, os quais trazem riqueza de sensações que agradam os paladares mais exigentes e apreciadores de cerveja artesanal, mas sem assustar o público leigo. Oferece suas cervejas em barris e em garrafa. Para degustar a sugestão é visitar o Coza Bar na Via Gastronômica de Coqueiros ou visitar os Pubs onde a cerveja também é distribuída. 

Clique na imagem para ampliá-la

Cervejas:

Curió Witbier - A cerveja de entrada e a mais leve da Cervejaria Cozalinda, traz o nome do passarinho mais amado de Floripa. A witbier Curió é uma cerveja de trigo (a segunda cerveja mais conhecida do público em geral) ao estilo belga. Em sua composição, além do trigo, a cerveja leva aveia, casca de laranja, casca de limão, coentro e camomila, essa última que aparece de forma bem definida. Alc. 4,2% IBU: 9

Cozalinda Lager – American Pale Lager - Com cor entre dourado e o cobre, é límpida. Possui aromas cítricos, predominando o maracujá, e aroma floral secundário, oriundos de lúpulos norte-americanos ( citra, cascade, centenial e amarillo). Sabor frutado e levemente adocicado de malte. Amargor de leve para médio e levemente persistente. Presença média para baixa na boca com retrogosto refrescante ( cítrico) e pouco resistente. Feita com 100% de cereais maltados. Uma excelente opção para quem aprecia uma boa cerveja no dia a dia. Alc. 4,6% IBU 24

Floripa IPA – Uma IPA diferente e especial (American India Pale Ale). Equilibrada no amargor com retrogosto persistente; porém refrescante frutado. Corpo médio na boca, com destaque para combinação entre Sorachi Ace e Hallertau Blanc. No aroma tropical, domínio do Sorachi Ace com abacaxi e lichia predominando e, de forma secundária o floral. Tão saborosa quanto a sensação de viver em Floripa. Alc. 5,7% IBU: 45

Clique na imagem para ampliá-la

A partir do Coza linda o turista também pode fazer uma caminhada pelas redondezas, acompanhado de guia especializado, conhecendo a história do bairro.

CERVEJARIA DA ILHA


Atuando no mercado de cervejas artesanais desde 1999, a Cervejaria da Ilha tem orgulho de ser a primeira micro-cervejaria da região da Grande Florianópolis. Estando ainda entre as cinco mais antigas do Brasil. Oferecem aos clientes o serviço de Chopp sob encomenda, realizando festas e eventos de pequeno, médio e grande porte. Além disso disponibilizamos nosso serviço de chopp para atender também à bares e restaurantes.

Cervejas:

Chopp Ilhéu: A cerveja Pilsen mais tradicional da nossa região, feita sem adição de conservantes, sendo 100% natural. Uma experiência única em questão de sabor, experimente o melhor.

Jurerê Gold: Uma cerveja desenvolvida no clássico estilo alemão, feita com maltes selecionados e lúpulos nobres, com aroma e sabor requintados, remetendo aos padrões da famosa praia de Jurerê.

Joaquina Weizen: Uma cerveja estilo Weizen. Suave e refrescante como o mar, e de coloração clara como as dunas da praia da Joaquina.

CERVEJARIA JESTER

Clique na imagem para ampliá-la

Uma cervejaria instalada num castelo moderno que produz para distribuidor exclusivo de chopp e produção para terceiros (sob encomenda). Em breve fornecimento de garrafas. Tem também salão de festas para 400 pessoas, sendo alugados para eventos diversos, principalmente casamentos. Para 2017 estão programados eventos temáticos medievais e Bailes de mascaras além de jantares temáticos.

Cervejas:

Jester Pilsen - Chope Pilsen é o tradicional chope para todos os momentos. De cor clara e corpo leve, esse saboroso chope vai te impressionar com sua simplicidade. O amargor dele é suave e delicado. Esse chope é o que todos nós buscamos num Pilsen tradicional, uma cerveja agradável que pode ser apreciada sem compromisso!

Jester Weizen - Weizen é um delicioso chope de trigo que segue os padrões das cervejas de trigo da Alemanha! É um chope refrescante, com aromas adocicados de banana e cravo. No paladar, o Weizen vai preencher toda a boca com uma riqueza de sabores que vai agradar os fãs do estilo e possivelmente converter os que ainda não são fãs! 

Jester Stout - Este chope Stout possui uma personalidade verdadeiramente única. A coloração é um preto profundo que desperta a imaginação daqueles que se deixam levar! O aroma é uma deliciosa mistura de chocolate meio amargo com notas suaves de café. O sabor é pronunciado e traz à tona toda a característica dos maltes especiais, preenchendo a boca com um amargor marcante que permanece vivaz até a próxima
cerveja chegar!

Jester APA - O chope American Pale Ale possui uma bela coloração acobreada que trará vida aos seus olhos! Este é um chope muito aromático com notas florais e frutadas que serão correspondidas em plena harmonia com o seu sabor único que mistura o suave doce dos maltes com o delicado amargor dos lúpulos!

Flanders Red Ale - Cerveja estilo Belga, envelhecimento em barril de Carvalho por 8 meses, ácida,  híbrida de alta fermentação, notas de frutas vermelhas especialmente uvas, vinilica de cor avermelhada com teor alcoólico de 4.7. Fácil de beber.

CERVEJARIA KAIRÓS

Clique na imagem para ampliá-la

A Cervejaria Kairós é uma Cervejaria para produção de cervejas artesanais em conjunto com um "Brew Pub", que é um bar/restaurante especializado em cervejas especiais e que produz a sua própria cerveja. O restaurante da cervejaria tem uma estrutura para atender pequenos eventos, e recepcionar os visitantes que queiram provar e conhecer cervejas de caráter inigualável. Um diferencial da Cervejaria Kairós, é que esta produzirá além da cerveja com a marca Kairós, cervejas de outras marcas, principalmente de cervejeiros locais fornecendo tanto em barris como garrafas. A palavra Kairós, é uma palavra antiga, que vem do grego e significa “o momento certo” ou “oportuno”. Representa o instante, ocasião ou movimento que deixa uma impressão forte e única para toda a vida.

Cervejas:

Cream Ale: Cerveja com notas discretas de malte e aroma adocicado. O aroma de lúpulo é quase imperceptível. Apresenta cor palha pálida com colarinho médio e carbonatação alta. É uma cerveja com limpidez reluzente e brilhante. Na boca a sensação é leve, com um final bem definido.

Dry Stout: Cerveja com aromas e sabores proeminentes de café, cevada tostada e malte torrado, e um leve aroma e sabor de chocolate. O aroma de lúpulo é bem baixo. Cerveja escura com reflexos de cor granada. O colarinho é bege, espesso, cremoso e persistente. Na boca a sensação é de corpo de médio-baixo com caráter cremoso, com uma carbonatação moderada.

Weissbier: Cerveja com aromas e sabores equilibrados entre cravo e banana. Apresenta um caráter de lúpulo nobre baixo. Leve aroma de trigo pode ser percebido além uma leve acidez cítrica, caráter de baunilha leve e suave aroma de tutti-frutti. A coloração é amarelo palha com colarinho branco muito grosso, consistente e persistente. É uma cerveja mais turva devido à suspensão de sedimentos de leveduras. Na boca o corpo é médio-leve. A textura do trigo transmite sensação de cremosidade e maciez, muito
efervescente.

Red Ale: Cerveja com moderado sabor e aroma de malte com um leve toffee. Final com um leve gosto de grão torrado, que propicia uma típica secura. O aroma de lúpulo é baixo. A cor é cobre avermelhado profundo e é bem límpida, com colarinho baixo, de cor quase branco. Na boca o corpo é médio com uma carbonatação moderada. Focada em malte, com dulçor inicial e final torrado e seco.

IPA: Cerveja com proeminente aroma e sabor de lúpulo com caráter cítrico, derivado dos lúpulos americanos. Apresenta também um dulçor limpo de malte e um pouco de álcool pode ser notado. A cor apresenta tons alaranjados e é límpida. Tem colarinho branco. Na boca é macia, com corpo médio e uma carbonatação moderada. Um suave calor alcoólico pode ser percebido.

CERVEJARIA FAIXA PRETA


A cervejaria Faixa Preta é um Brewpub diferenciado com produção de cervejas próprias num local que mistura arte, rock e judô servindo suas cervejas acompanhadas de petiscos e lanches tematizados. A cervejaria também recebe grupos para visitação a fábrica e fornece chopp através de delivery para a Grande Florianópolis.

Cervejas:

Hajime – Pilsen. Cerveja tipo Lager, estilo Pilsen, com cor dourada e um leve amargor, porem conservando a maciez que é sua característica. O realce entre o malte e o lúpulo se destacam até o fim. Alc. 4,6%.

Grad Shiham – Weiss. De coloração naturalmente turva por não ser filtrada, os leves toques cítricos no equilíbrio do suave aroma de banana e cravo sugerem leveza a receita. Contem variedades de lúpulos e dois tipos de maltes especiais. Sua textura é suave e possui boa intensidade de sabor. É refrescante e bem agradável de se beber. Alc. 4,8%.

Dragon Rock – Dunkel Weiss. De cor negra e espuma clara e cremosa, essa dunkel weiss é uma cerveja com notas levemente torradas remetendo a chocolate amargo e café. Apesar da potencia de 6,5% alcoólicos é uma cerveja leve e elegante.

Traira Aprendiz – Pale Ale. A cerveja Traira Aprendiz estilo Pale Ale é produzida e envasada na Cervejaria Faixa Preta. Inspirada na clássica Ale Americana, suas notas de malte balanceadas a um amargor moderado e ao aroma cítrico e floral, presentes pelos lúpulos exaltados na receita dão um elegante toque ao paladar desta Ale, dedicada aos iniciantes no complexo mundo das cervejas especiais. Alc. 6,5%

Lord Dan – Dubbel. Uma cerveja de alta fermentação, de cor vermelha profunda (rubi), com espuma também avermelhada, densa e persistente. Esta é uma interpretação de um estilo de cerveja da Abadia, com notas intensas de caramelo, chocolate e equilibrados com o tostado. Estes aromas são provenientes da seleção de maltes e cereais especialmente selecionados para esta receita. A leve sensação de amargor também se faz presente para manter o equilíbrio da bebida. Alc. 7,5%

CERVEJARIA UNIKA

Clique na imagem para ampliá-la

Cervejaria localizada em área rural de Rancho Queimado, no distrito de Mato Francês, parte da região serrana da Grande Florianópolis, a 80km da capital do Estado. A cervejaria é uma parceria entre a UNIKA e BRUXA já reconhecida e premiada por suas receitas da escola belga. Também serão produzidas cervejas sazonais, utilizando frutas e ervas produzidas na propriedade, em paralelo a cervejas exclusivas maturadas em barris de madeira. A cervejaria tem como objetivo, produzir cervejas regionais de primeira qualidade para atendimento aos consumidores mais exigentes. Parte da produção é engarrafada e parte distribuída em barris.

Cervejas:

German Lager – releitura moderna de um clássico alemão sendo utilizados os novos lúpulos Hallertau Mandarina, Bavaria, Blanc e Hull Melon conferindo personalidade e refrescância. Alc. 4,5% e IBU: 20

American Lager – cerveja clara, leve com muito sabor, uma resposta as Pilsen industriais sem graça. Lúpulos americanos conferem a essa cerveja muito aroma e um notável amargor. Alc. 4,8% e IBU 25

West Coast Ipa – Moderna e atual leitura norte americana das lupuladas cervejas inglesas, inspirada nas versões da costa oeste americana, claras, com aroma e sabor de frutas tropicais, amarga e saborosa. Alc. 6,3% e IBU:60.

CERVEJARIA LIFFEY BREW PUB

Clique na imagem para ampliá-la

Inovadores, desafiadores, um Irish PUB!!! Fabricam o próprio chope no local, de forma artesanal, com matéria prima selecionada e com ingredientes mais do que especiais: PAIXÃO, CRIATIVIDADE E INOVAÇÃO! Além de 12 torneiras de chopes, que se revezam em servir as suas criações além dos melhores produtos nacionais e importados, dispoem de uma carta de cervejas com mais de 60 rótulos ricos em cores, sabores e aromas fantásticos. Pra quem curte um Drink, dispõem de uma carta completa de drinks especiais e além de destilados de primeira linha! Está com fome? Ali não poderia faltar uma gastronomia de qualidade, com vários aperitivos, pratos principais, sanduíches e saladas preparados pelo chef da casa. Local mais badalado da pedra Branca - Palhoça -SC. Rock & Roll ao vivo direto do palco do Liffey Brew PUB. Cervejas (disponibilidade somente no Pub ou no Beer Truck de acordo com produção em pequenos lotes e estação do ano:


Witbier – Liffey Pedra Branca - CONDIMENTADA - Cerveja trigo de origem belga, leve, refrescante com notas de coentro e limão siciliano.

Irish Red Ale - MALTADA - Cerveja encorpada com perfil levemente adocicado com notas de caramelo.

NZ Lager – Liffey Haka – REFRESCANTE - Uma NZ lager, com presença de lúpulo neozolandês Motueka, que lhe confere leve amargor e aroma.

Imperial IPA – Liffey Mustache - LUPULADA - Cerveja de cor dourada com alto teor alcoólico, com aroma de frutas tropicais e sabor intenso de lúpulo.

Dry Stout - TORRADA - Cerveja leve com notas de café provenientes da torra do malte.

Irish Cider – JLiffey/Cozalinda Joachim - SUAVE - Concentrado de maçã fermentado com levedura cervejeira. Notas cítricas de maçã no aroma e paladar levemente ácido e extremamente refrescante.

Wee Heavy - Liffey Pedra de Scone - MALTADA - Encorpada, alcoólica, levemente adocicada, sabor caramelo, notas de frutas e tostado.

Doppelbock – Tennessee - MALTADA - Cerveja do estilo doppelbock defumada, maturada 6 meses em barril de carvalho da destilaria jack Daniel´s

Dark Strong Ale – Liffey Black Magic - MALTADA - cerveja belga forte, com adição de candy sugar (pólen de abelha) e uva passa, com notas típicas provenientes de levedura belga 

Dark Strong Ale – Liffey 7 palmos - AMADEIRADA - cerveja belga forte, com adição de candy sugar (pólen de abelha) e uva passa, com notas típicas provenientes de levedura belga e maturada em um barril de carvalho branco americano de conhaque enterrado a 7 palmos de profundidade.

Imperial Stout – Liffey Black PoweRIS – TORRADA – Cerveja escura e intensa devido a tosta dos grãos e teor de álcool nas alturas.

Porter - Liffey Pedra Negra – TORRADA - com adição de cacau 100%, notas de chocolate amargo e nuance de café. Servido em taça com chocolate meio amargo na borda.

Belgian Saison - Liffey Sex on Fire - FRUTADA - Cerveja de Caráter frutado produzida com cereja marrasquino e páprica picante 

American Brown Ale - Liffey Sonido (Brown ale) – AMADEIRADA - Em parceria com banda Sonido Clube, maturada em madeira JACARANDÁ.

Trippel - Liffey Tripel Bette (Betterave) - FRUTADA - Levemente alcoólica, aroma de tutti-frutti, vermelhada devido a adição de suco de beterraba no processo de fabricação Grätzer - Liffey Smoke on the Water- DEFUMADA - Cerveja leve de trigo com perfil defumado

CERVEJARIA WEINMANN

Clique na imagem para ampliá-la

Uma cervejaria com produção com 100% de maltes, lúpulos de alta qualidade e carbonatação natural na garrafa. Não adicionamos milho ou arroz e não utilizamos carbonatação artificial ou filtração abaixo de zero. O motivo é simples: não queremos oferecer mais o mesmo. Ficou com vontade? Experimente em garrafa ou barris para grandes consumidores

Cervejas:

Weinmann Pale Ale: possui coloração dourada clara, leve, com sabor frutado e refrescante. É feita 100% com malte de cevada e lúpulos importados, o que resulta em uma cerveja de alta qualidade, com elevada drinkability. ABV 5,8% e IBU 10

Weinmann Weiss: é uma Weissbier cítrica e encorpada. Turva e picante devido a carbonatação característica do estilo, possui um sabor exclusivo, diferenciando-se da maioria das cervejas de trigo por não conter presença do aroma de banana e cravo. ABV 5,8 e IBU 12.

Weinmann Smoked Ale: é uma cerveja escura e encorpada. Produzida com malte torrado, possui um sabor intenso de café e chocolate amargo. Seu aroma conta com uma riqueza de notas defumadas. ABV 5,8% e IBU 12.  Weinmann Red Strong Ale: possui coloração avermelhada e sabor marcante, contando com aromas de cereal e sabores de frutas vermelhas. Amargor equilibrado. Elaborada com blend de três maltes de cerveja importados. ABV 8% e IBU 28.

FALANDO SOBRE OS ESTILOS DE CERVEJA 


Cada cervejaria participante possui suas receitas próprias buscando a qualidade e inovação relacionando suas bebidas e entretenimento a cultura dos proprietários, público visitante, localização e inovação. Vários estilos de cerveja estão presentes para agradar a todos os gostos dos visitantes. Entre elas a genuína Cerveja Alemã que segue a Lei de Pureza Alemã, Cervejas Arte que buscam representar a Arte marcial do judô e seus golpes, cervejas Irlandesas que valorizam a tradição de Saint Patrick, Manezinhas que resgatam a tradição Açoriana da região e outras cervejas e chopps de vanguarda e sazonais valorizando eventos e tradições de diversas regiões do mundo.

QUATRO ESTILOS BÁSICOS DE CERVEJAS


Cervejas "Ale" são cervejas fermentadas por um tipo de levedura (fermento), chamada de "Saccharomyces cerevisiae" que trabalha melhor em temperaturas mais elevadas (entre 15º a 24º ou mesmo mais). Na fase de alta fermentação a levedura sobe à superfície (top-fermenting). Este processo foi utilizado antes de descobrirem as leveduras de baixa fermentação. Cervejas Ale são geralmente mais complexas em sabores como os maltados, frutados e lupulados. Ale também é a forma como os Ingleses chamam a cerveja, sendo as mais conhecidas, a Pale Ale e a Indian Pale Ale (IPA).


Cervejas "Lage" são cervejas fermentadas por um tipo de levedura (fermento), chamada de "Saccharomyces pastorianus" que trabalha melhor em temperaturas mais baixas (de 6 a 12ºC). Na fase de fermentação a levedura fica no fundo do fermentador (bottom-fermenting). O nome Lager é devido ao processo pelo qual a cerveja é maturada em temperaturas baixas (comumente em caves, cavernas ou adegas) por longos períodos de tempo - do alemão lagern. Tem entre seus tipos mais conhecidos a Pilsener, tipo de cerveja originariamente criada no século 19 na cidade de Pilsen, região da Boêmia da República Tcheca, e que por isso muitas vezes é chamada de Pilsen ou Pils ao invés de Pilsener.


Cervejas "Híbridas" são cervejas que unem características das cervejas ale e lager, seja pela levedura e processo utilizado, ou pelas características apresentadas. Por exemplo, algumas leveduras de estilos de cerveja híbrida podem fermentar bem dentro do limite sugerido para fermentos do estilo Ale, mas ainda retém o caráter e a leveza de um fermento Lager. Dois bons exemplos são a cerveja alemã Kolsch e a americana Cream Ale, que apesar de utilizarem leveduras ale, ou as vezes um híbrido das duas, apresentam um sabor limpo e um final seco, que são as características de uma lager. 


Cervejas de "Fermentação Espontânea" são cervejas elaboradas pelo método de fermentação mais antigo de todos, resultam da ação de micro-organismos existentes no ar. São essas leveduras selvagens (wild) e bactérias que se encontram no meio ambiente onde a cerveja está a ser produzida que irão promover o processo de fermentação. No entanto, o termo espontâneo, muitas vezes é utilizado para nomear cervejas fermentadas com leveduras não saccharomyces, que foram cultivadas e colocadas no mosto cervejeiros. São geralmente cervejas de elevada acidez nas quais muitas vezes são acrescentadas frutas.


Dentro de cada estilo muitas variações são possíveis, criando cervejas com características próprias e atendendo a gostos do consumidor cada vez mais exigente. Com a abertura e difusão do mercado cervejeiro artesanal muitos ingredientes estão sendo incluídos e nova técnicas desenvolvidas para buscar uma diferenciação das empresas ou simplesmente satisfazer a vontade dos cervejeiros de ir além do tradicional rompendo barreiras antes impensadas como a adição de novas leveduras, ingredientes ( erva mate, pinhão, abobora, ervas, ...), locais de fermentação entre outros aspectos que podem ser melhor degustados e explicados por cada cervejeiro na sua próxima visita ao Caminho Cervejeiro.


Vale informar que a Grande Florianópolis é composta por: Florianópolis, São José, Palhoça, Biguaçu, Santo Amaro da Imperatriz, Governador Celso Ramos, Antônio Carlos, Águas Mornas, São Pedro de Alcântara, Anitápolis, e Angelina.

Clique na imagem para ampliá-la

Outro detalhe muito importante é que entre uma cervejaria e outra, você tem uma série de opções de lazer que pode começar com um fenomenal Café Colonial em Ranho Queimando, com muita animação no Café Schmitz...


Descer o rio num rafting espetacular pelo Rio Cubatão com a experiente equipe do Apuama Rafting para todas as idades...

Clique na imagem para ampliá-la

E conhecer o Museu Hercílio Luz, sentir a exuberância da natureza em toda região e até mesmo colher morangos e comer a típica comida local. Para ver todas as fotos clique aqui.


A montagem desse fenomenal roteiro foi um trabalho do SEBRAE - Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, uma entidade civil sem fins lucrativos e que trabalha desde 1972 pelo desenvolvimento sustentável das empresas de pequeno porte. Para isso, a entidade promove cursos de capacitação, facilita o acesso a serviços financeiros, estimula a cooperação entre as empresas, organiza feiras e rodadas de negócios e incentiva o desenvolvimento de atividades que contribuem para a geração de emprego e renda. São centenas de projetos gerenciados pelas Unidades de Negócios e de Gestão. 


Santa Catarina detém uma diversidade econômica invejável entre os demais estados brasileiros, grande parte resultado da intensa atividade empreendedora na região. A indústria de transformação catarinense, por exemplo, é a quarta maior do país em quantidade de empresas e a quinta em números de trabalhadores, além de deter a liderança latino americana em diversos segmentos. Mesmo com uma área territorial pequena, o PIB catarinense é o oitavo do Brasil, registrando, em 2009, R$ 129,8 bilhões. Santa Catarina é o segundo estado com maior participação da indústria no PIB nacional, de acordo com o IBGE. 


Com o objetivo de estar sempre presente em todas as regiões de Santa Catarina, o Sebrae/SC mantém unidades de atendimento nos principais municípios do estado. Ao todo, são nove coordenadorias regionais, dois centros de educação empresarial, 15 agências de atendimento, quatro centros de atendimento e 180 pontos de atendimento em parceria com as entidades empresariais. Desde 2011, o Sebrae/SC passou a contar também com uma unidade móvel, que percorre as cidades onde não há escritório.